Luciana Vargas

Mulheres

“Eu tenho pavor da ficar parada, viajar de carro me angustia muito.”

“Eu não sou uma pessoa de pessoas. Eu gosto de ser mais na minha.
Eu não sou muito de espaço fisico. Geralmente quando gosto de alguém, demora muito tempo pra gostar mesmo.
Mas eu gosto muito de clássicos da Disney… como O Corcunda de Notre Dame. Corcunda é vida, Corcunda é amor..
Eu até tenho a trilha sonora no meu celular e vou tatuar o Quasimodo em mim
Uns anos atrás eu revi o filme e ele me tocou fundo no coração, depois disso eu fiquei meio que obcecada pelo filme…”

“Acredito muito em destino, muito mesmo.
Se eu saio na rua pra comprar pão e começa a chover, era o destino me dizendo que eu não devo comprar pão.”

– Eu sou como eu sou hoje por causa da pedra….

– Que? Como assim?

– Quando eu era criança, minha mãe estava em ascensão na carreira. Ela corria demais, não parava pra quase nada e uma vez
quando ela tava me levando pra creche, eu cai de cabeça numa pedra, e ela tava numa correria que nem teve tempo de me cuidar.
Eu amo demais a minha mãe, sou muito ciumenta com ela.
Ela é o meu maior exemplo. Pra tudo. Ela ensinou a sempre acreditar em mim e não acreditar quando alguém disser que eu não tenho capacidade pra algo. Ela veio do interior de Pelotas e lavava roupa pra se sustentar quando nem a mãe dela acreditava nela.
Mas ela conseguiu estudar se formar e eu vejo ela como exemplo.”

“Uma vez eu fui numa loja de brinquedos e apertei todos os brinquedos que faziam barulho a mesmo tempo e chamei de orquestra dos bichinhos”