Krizia Carboni

Meu nome é Krizia, tenho 25 anos, faço faculdade de design de moda, que está trancada momento, pois atualmente sou apenas mãe de gêmeos, o Theo e o Gael. ❤
Nasci em Porto Alegre e fui criada pelos meus pais, avós, tios… a familia é enorme e cheia de amor!
Minha infância foi ótima, se dividia entre ballet, roller e um monte de joelhos ralados.
Com 4 anos ganhei uma irmã, e aí ficou mais legal ainda, porque tinha com quem implicar hahaha e até hoje é assim, mas é tudo amor, juro! Depois com 15 anos veio a caçula, e a casa ficou cheia e o papai mais careca!
Meu pai sempre foi e é muito familia, sempre trabalhou duro pra que tivessemos tudo, ele é o melhor, meu exemplo. Mesmo teimando com ele muitas vezes, sei que muito do que sei e sou hoje foi vendo o exemplo dele…

Hoje valorizo muito mais tudo que ele é pra nós, e procuro melhorar todos os dias quem eu sou pra ser pelo menos metade disso pros meus filhos.
Com certeza tudo que aconteceu de agosto de 2014 pra cá, nada foi por acaso, acredito que foi como deveria ter sido. Apesar de eu não entender ainda muita coisa, sei que mais a frente vai fazer sentido. O nascimento dos meus filhos está me tornando uma pessoa bem melhor, a vida faz muito mais sentido com eles.
Não me arrependo de muita coisa nessa vida, só me chateia ter perdido tanto tempo com uma pessoa que no fim só me fazia mal, física e psicologicamente. Mas tudo é aprendizado, e hoje isso me torna ainda mais forte. Muito mais forte do que eu imaginava que fosse.

 

Viver 24 horas por dia com o Theo e o Gael é demais, muitas vezes não é fácil, cansa, tem que ter paciência, não dá tempo de dormir, de comer… Mas tudo isso se torna nada ao acordar e ver eles sorrindo pra mim, ver eles crescendo saudáveis, felizes, e cheios de amor. Ser mãe com certeza é a experiência mais incrível de toda a vida, e também a mais árdua. É viver cheio de amor e incertezas, é aprender muito mais do que ensinar, é tentar ser o melhor possível para criar boas pessoas pra esse mundo que já anda tão errado. Se eu pudesse dar só um conselho pras pessoas seria esse: não se enganem com aparências. As pessoas cada vez mais vivem de aparência, de mostrar-se o que não são. De acreditar nas próprias mentiras, de falar e não fazer. A humanidade tá virando sociopata. E isso é muito assustador. Estamos indo pro lado contrário da evolução.

 

Meu maior medo atualmente é o medo de toda a mãe eu acho, que aconteça algo ruim comigo ou com meus filhos e não possamos estar juntos.
Eu fiquei 2x com o pai dos meus filhos, e quase 2 meses depois descobri que estava grávida, 1 semana depois disso descobri que eram gêmeos. Foi um choque, acredito que muito mais pra ele do que pra mim. No começo foi bem difícil, mas sempre tive apoio de toda família e amigos. Sempre brinquei que meu sonho quando fosse mãe era ter gêmeos, achava a coisa mais linda, e parece que Deus ouviu e disse amém. Benção em dobro, amor multiplicado todos os dias 
Minha lembrança mais feliz foi quando vi eles no hospital depois de quase 10 horas do nascimento. Eles são prematuros, nasceram e foram direto pra UTI, tive que fazer uma cesárea de emergência, foi tudo muito corrido e tenso, mas no fim deu tudo certo. Ver eles ali tão pequenos e já tão fortes e lindos, com certeza foi o momento mais emocionante e a certeza de que eu fiz as escolhas certas, pra mim e pra eles.

 

 

Sempre fui magrela desde pequena, era chata pra comer, continuo magra ainda, mas agora como tudo, amo comer. Gosto de ser magra, é mais fácil! Claro que sempre dá pra melhorar, mas sou bem desencanada…
E a opinião dos outros, bom, é só a opinião deles certo? Não me importo, não muda nada na minha vida, não sou obrigada.
Cara, vocês tão muito cheios de pudores e julgamentos! O corpo humano é natural, todo mundo tem, somos todos iguais e diferentes, ajam naturalmente!
Ano passado nessa mesma época eu estava com 33 semanas de gestação e o Maiquel me convidou pra fazer um ensaio pro dia das mães, e foi demais registrar o que eu acredito que seja o momento mais incrível do ser humano, a prova de que a natureza é perfeita, gerar uma pessoa dentro de ti, no meu caso duas. Foi lindo, eu amei.
E esse ano quis fazer de novo pra deixar registrado meu primeiro dia das mães com eles já aqui comigo, o dia foi lindo, fizemos uma bagunça, a Rê virou babá, o Maiquel fez almoço pra eles, tudo com o maior amor e carinho do mundo, foi amor multiplicado mil vezes, eu amei muito, obrigada mais uma vez, e ano que vem tem mais!