Isabelle Tiecher

 

A gente cresce assistindo os padrões de mulher bonita na mídia. Tem que ter corpão, tem que ter bundão, rosto lisinho… Se não, ninguém vai querer! Isso se intensifica na adolescência quando o nosso corpo está se formando. O meu corpo não tá exatamente dentro dos padrões intitulados “os mais bonitos” de corpo.

Sempre acreditei que seria impossível me achar completamente bonita tendo pouca bunda, pouco peito… O que acontece é que quando a gente menos espera, começa a se olhar no espelho e gostar do que enxerga.

O ensaio com O Bendito Fruto foi uma porta de entrada para uma nova Isabelle….

 
Uma Isabelle que se aceita, do jeitinho que é. Que se enxerga por outros ângulos, e caramba: se sente linda! A leveza do Maiquel e da Renata, a empatia por eles oferecida, me conectaram com o mais profundo de mim. 
 
Durante o ensaio pensava em quais coisas não gostava em mim e deixava-as evidentes, aparecendo mesmo… E o resultado? Uma Isabelle mais segura. Mais feliz com o que vê, mais tranquila, mais “deixa que digam, que pensem, que falem”. 
O natural é lindo! Não preciso de photoshop, de quilos de maquiagem… Não preciso me comparar e me frustrar, porque a partir desse momento eu parei de buscar o que eu não tenho no outro e passei a buscar a melhor versão de mim.