Flavia Lopes

Mulheres

“Eu sou de Rolante, a terra da cuca. Eu já fui até rainha da cuca, princesa da cidade e Miss rolante. Até os meus 18 eu vivi lá e depois fui trabalhar em outra cidade. Minha família éramos eu, minha mãe e minha avó, quando minha avó morreu, tudo mudou. Até essa época éramos muito separadas e depois da morte dela, nos unimos demais. Percebemos que éramos só nós e mais ninguém”.

“Hoje com 23 anos , eu não penso ainda em ter filhos. Eu penso: será que no futuro, eu vou estar igual aquela velha dos simpsons, rodeada de gato?”.

“…existem sempre os dois lados da historia e tu sempre pode escolher, e sempre vai escolher o errado.”

“Sabe, futilidade me irrita bastante. Eu acho mesmo que humildade é uma coisa muito importante.
E eu fico irritada muito fácil, eu sou extremamente brava. Recentemente eu aprendi a respirar. Ainda to aprendendo a lidar com isso”.

“… uma vez eu joguei torneio de Fla Flu…

– e como tu ficou no torneio?
– A gente perdeu”.