Cleber August

Sou uma pessoa difícil de se lidar, por ser genioso demais.
Sou intenso, sempre faço as coisas por impulso. Sem medo de ser quem sou
Talvez esse seja o meu diferencial, não me deixar levar pelo o que os outros pensam ou dizem.
Coloco a cara pra bater, não tenho medo da verdade e nem me escondo em meio a mentiras.
Sempre fui eu mesmo, mesmo que isso tenha incomodado muitas pessoas.
Tenho ousadia para fazer o que quero sem medir as consequências.
Ah que graça teria viver uma vida que não fosse a minha?
Que graça teria deixar de fazer o que gosto por medo da opinião dos outros?
Se tiver que dançar…Eu danço
Se tiver que chorar. ..eu choro.
Se tiver que gritar…eu grito.

Se eu não fizer isso pode ter certeza que não serei eu…
Durante muito tempo não tive minha própria opinião, hoje aprendi que o mundo é pequeno demais para aqueles que têm vontade de voar.
Talvez algum dia minhas asas sejam cortadas,mas enquanto isso não acontece me deixe voar.
“As vezes a vida te vira do avesso.
E o avesso era o seu lado certo..”
Nunca tive limites e nem medo das surpresas que a vida me reserva.
Aprendi a viver um dia de cada vez, seja ele bom ou ruim. Tudo é aprendizado…

Da minha infância não tenho boas lembranças, talvez por ser o diferente da família, nunca segui os padrões corretos, sempre fui muito eu..
Se tinha vontade de fazer, eu fazia.

Na escola nunca fui bem visto também, até ganhar amizade das pessoas e fazer elas entenderem que mesmo diferentes somos iguais.

Hoje dou risadas das coisas que fiz, a minha adolescência sempre terá as melhores histórias.

Um dos momentos mais lindos de minha vida foi quando ouvi da minha mãe que mesmo se eu fosse bandido seria seu filho.

A partir daquele momento o mundo girou, saí da estaca zero e ganhei o mundo…

Perdi o medo, a vergonha e comecei a ser feliz.
Já não me importava com a opinião de ninguém…

Sempre carrego comigo essa frase:

“…Vamos viver tudo o que há pra viver
Vamos nos permitir…”

 

 

Saí da casa dos meus pais porque precisava buscar novas coisas.
Precisava encontrar a minha verdade.
Em 2010 mudei de cidade e me aventurei.
Foi quando cheguei e conheci Porto Alegre… Eu cresci numa cidade do interior, meus pais vivem até hoje lá…
Foi difícil, um pouco amargo demais.
Quanto medo, desafios, sustos, lágrimas, desespero e eu sozinho…
Quantas vezes quis e precisei de alguém mas não tinha ninguém.
Isso foi aprendizado. Me ensinou que que mesmo quando todos estiverem rindo de você, você ainda estará crescendo, evoluindo, aprendendo…
A dificuldade é a melhor escola…
Nunca deixe ninguém falar que você não vai conseguir! Você é lindo e capaz de chegar ao topo sem precisar pisar em ninguém.
Por muito tempo me senti pequeno…
Por muito tempo me senti feio, magro, narigudo,
Hoje percebo que isso são detalhes…
Que não sou melhor nem pior que ninguém, sou apenas mais um em meio a multidão buscando paz.
Por alguns instantes pensei que havia me perdido como pessoa.
Não me achava, sei lá, me sentia vazio.
Talvez por ter dado amor demais a quem não merecia.
Seria mentira se eu falasse que não me apaixonei…
Eu me apaixonei… Foi a mais linda das histórias!!!
Mas tudo tem fim… Os dias passam então você aprende a deixar as pessoas irem embora na hora que elas precisam ir..
Os dias passam e você se acostuma a viver apenas com a sua companhia.
Que o melhor amor é o seu amor próprio.
Que você será uma pessoa melhor quando gostar mais de você.
Que você precisa se olhar no espelho e aprender a gostar de você.
Acho realmente que não estou preparado para dividir minha vida com outra pessoa, na verdade acho que não existe preparação. Acontece!
Só sei amar demais, se for para me entregar pela metade fico sozinho.
Apaixone se pelo menos uma vez e aprenda com isso a melhor escola da vida é o amor.