Bruna Vogado

Mulheres

 

“Eu odiava ficar doente quando era criança. Quando isso acontecia, meu pai fazia uns chás e ele colocava, tipo, MUITA coisa no chá. A gente tinha lareira em casa e ele pegava uma brasa da areia e coloca no chá. Quando ele vinha me trazer chá, eu bebia deitada e não engolia. Esperava ele sair e cospia todo o chá por baixo do cobertor. Ficava toda ensopada e precisava trocar de roupa”.

“Eu tenho uma relação muito engraçada com o meu irmão.Uma vez quando eu tinha um ano, meu pai me trouxe um ursinho e meu irmão, que tinha na época uns 16 anos, começou a chorar e só parou quando meu pai foi até a loja pra comprar um igual pra ele. Depois quando eu era mais velha, meu irmão perguntou se eu sabia beijar, eu disse que não e ele falou pra eu treinar com o joelho, então eu ficava lá, beijando meu joelho pra aprender”.

“Definitivamente eu não consigo gostar de coisas iguais. Nao gosto de me definir como isso ou aquilo. Hoje eu tô assim mas amanhã posso estar com o cabelo curto, usando tênis ou salto, loira. É um pouco complicado, querer ser tudo, assim, mas eu gosto muito. Eu tenho 2, 3, 4, 5 Brunas. Mil Brunas em mim”.

“Boa parte da minha família mora na mesma rua e uma prima minha que mora nessa rua queria me vender a bicicleta dela. Uma daquelas Ceci, sabe? Só que essa bicicleta só tinha o freio da frente. Então eu fui experimentar a bicicleta e um vizinho meu ficou escondido num caminhão e saiu berrando pela janela quando eu passei. Eu tomei um susto e freiei com tudo, A bicicleta virou, eu caí de cara no chão e a bicicleta ficou em cima de mim, enroscada no meu corpo. Tentei gritar mas a minha boca tava cheia de sangue então nada saía, hahahaha. Sempre fui mais de barro, terra, árvore do que video-game.

Até lembro uma vez que fizemos uma poça de lama pra poder fazer guerra de barro que foi na casa de ferramentas do meu pai. Na época ela parecia imensa e hoje eu vejo que é só um lugar normal. Mas nesse dia a gente ficava jogando bolas de barro na casa de ferramentas e numa hora dessas minha prima apareceu na janela de boca aberta e acertamos barro na cara dela, hahahah”.