Bianca Adami

 

Bem, acho que eu tinha tanta coisa pra falar e agora simplesmente as palavras me faltam. Primeiramente, meu nome é Bianca, tenho 20 anos e estudo biblioteconomia na UFRGS.

Antes das fotos, antes de ME VER, eu lembro que o meu único pensamento era: eu não quero ser um fato.

Isso acontecia porque eu não queria “crescer” com as pessoas dizendo “hey, aquela é a menina que foi abusada pelo secretário do colégio” ou “nossa, tadinha dela, esse tipo de coisa é difícil de superar”. Então, eu escondi de todo mundo o que aconteceu. Escondi que eu era chamada na sala dele e que lá aconteceram coisas que eu detesto lembrar. Escondi tudo isso pra não ser vista apenas como um acontecimento. Queria que as pessoas me tratassem pelo meu nome e não por “aquela que foi isso ou aquilo”. O problema é que, fazendo isso, acabei deixando impune uma pessoa que poderia fazer mal para outras meninas, e me arrependo disso, mas eu só tinha 11 anos e estava com medo. Depois que ele saiu do colégio eu achei que ia ficar tudo bem, mas vieram as ameaças e então os vídeos. A droga dos vídeos de uma criança dançando nua, sendo exposta, que foi parar em rede de pedofilia. Só eu sei o quanto tudo isso foi ruim, o quanto é terrível as pessoas não saberem metade da história e te julgarem, te chamarem de coisas horríveis e colocarem tua autoestima lá em baixo.

Eu era insegura. Fui durante um bom tempo, sempre me achando gorda demais, nariz grande demais, tudo era sempre “demais” e nunca de um jeito bom. Bem, isso até agora. Depois que eu fiz essas fotos, que eu ME VI nessas fotos, percebi que o DEMAIS pode – e muitas vezes é – bom.  Se achar diva em um mundo onde existe Beyoncé e Lucy Lawless é difícil kkk, mas agora me vendo descobri que tem espaço pra todas, que todas somos lindas. Temos belezas diferentes, histórias diferentes e temos que ser capazes de nos achar maravilhosas! Não importa o passado, não importa se as pessoas foram idiotas comigo ou se me chamaram de coisas horríveis a vida toda. O que realmente importa agora é que eu me acho linda exatamente como eu sou.